segunda-feira, outubro 30, 2006

30 ANOS DA MORTE DE SANTO DIAS

Há 30 anos, morria assassinado a tiros pela PM de São Paulo o metalúrgico Santo Dias, que participava de um piquete na metalúrgica Sylvania.

Na época com 37 anos de idade, Dias era ligado à Igreja Católica e um líder do emergente novo sindicalismo

O enterro de Santo Dias, a que compareceram cerca de 10 mil pessoas, foi mais um evento que marcou o processo de redemocratização do Brasil, após a ditadura civil e militar implantada em 1964. Foi um dos auges do movimento sindical do ABCD paulista.

Daquelas greves surgiriam a CUT, mais tarde o PT e seu líder, o ex-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, Luís Inácio Lula da Silva, reeleito ontem Presidente da República.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home